A Hygia Bank tem o objetivo de mudar o relacionamento das pessoas com a saúde, criando a cultura da saúde preventiva e promovendo o bem-estar

A tecnologia proporciona fácil acesso a diversos serviços e não é diferente com a área da saúde, que vem ganhando espaço com plataformas simples. Esse é o caso da startup hygia bank, fintech e healthtech com escritórios em São Paulo e Porto Alegre, que tem o intuito não somente de facilitar o acesso aos serviços na área de saúde e financeira, mas de melhorar o relacionamento das pessoas com o próprio bem-estar por meio de saúde preventiva. 

Mudar a cultura de cuidados com a saúde

O brasileiro tem uma cultura reativa de cuidados com a saúde, em que busca especialistas e hospitais apenas quando algum problema já existe. No entanto, para o médico e fundador do hygia bank, Alexandre Parma, é fundamental que exista atenção prévia as questões que envolvem a saúde.

“O Brasil é um país em que as pessoas dependem muito de planos de saúde, o que além de ser caro promove menor cuidado preventivo. Após uma viagem ao Vale do Silício foi muito simples identificar essa oportunidade e desenvolver a ideia”, relata.

Eretz.bio entra no negócio

 Mesmo com o objetivo do novo negócio pronto, o projeto só foi levado adiante 12 meses depois, quando exposto ao sócio Maikol Parnow, atual CEO da empresa. Com o desenvolvimento da plataforma e as ideias implementadas, em junho de 2020 a Eretz.bio, incubadora do maior hospital da América Latina, o Hospital Israelita Albert Einstein, adotou o hygia bank, que passou a trabalhar em conjunto com especialistas em saúde e lideranças científicas.

Acumular capital e cuidar da saúde

A ferramenta é bem simples de usar e engloba um banco digital, um aplicativo de saúde e uma loja de serviços para o segmento. Maikol Parnow ressalta que a plataforma não é um plano de saúde.

“O objetivo é entregar informação de qualidade. Criamos questionários para avaliação da saúde, planejamentos de consultas e exames que devem ser realizados anualmente, prontuários inteligentes para acompanhar a evolução de resultados, além de uma forma de juntar dinheiro para investir na saúde”, destaca. 

Emergências de saúde

“Na hygia temos diferentes tipos de seguros, com cobertura e apoio financeiro, incluindo internação hospitalar. Os seguros incluem diagnóstico de câncer, cirurgias, doenças graves, morte, invalidez, internação hospitalar, entre outros”, informa Maikol Parnow.

O cadastro na plataforma é gratuito, mas o custo de varia de acordo com as necessidades de cada usuário. Para usar o banco, o cliente precisa preencher um formulário para estruturar o planejamento e a partir disso define qual valor depositará na conta com a qual poderá contratar os diversos serviços oferecidos no aplicativo, como consultas, exames, academias e restaurantes saudáveis oferecidos por estabelecimentos parceiros. Atualmente, a startup está em fase de cadastramento dos prestadores de serviços e para esses não existe qualquer taxa ou custo.

Associação com a Dnyou Genética

Ainda nesse processo de democratizar a saúde no brasil, a hygia passou a atuar no setor de genética humana, associando-se a uma das principais referências da área no País, o Dnyou Genética, que tem como fundadora uma das maiores referencias da genética brasileira Dra Vânia Assaly.

Acionar serviços que promovem a saúde será cada vez mais fácil e, para Maikol, será um ponto de virada.

“Quanto mais você cuida da sua saúde, mais conquistas você desbloqueia. Agendar um check-up, guardar exames, montar seu score de saúde e juntar dinheiro para isso fica mais fácil. A hygia vai mudar a forma como as pessoas se relacionam com a saúde”, finaliza.