CEO Fabio Pinho conta em entrevista que a seguradora atua com foco total na criação de soluções realmente diferenciadas, por meio de parcerias estratégicas

De acordo com o CEO da ESSOR Seguros, Fabio Pinho, para inovar de verdade é preciso mais que lançar novos produtos com alguma diferença em relação aos demais – o foco deve estar em criar soluções. “Inovar é pensar diferente, entender os anseios de toda a cadeia envolvida, desde os players internos, fabricantes, parceiros, corretores, até o consumidor final, para aí sim criar um serviço ou produto que realmente atenda às expectativas. Não se consegue isso com pressa e sem traçar objetivos muito claros”, afirma.

Desde a sua criação do zero em 2011, a ESSOR vem construindo sua solidez financeira por meio de lançamentos baseados em parcerias estratégicas, visão realmente técnica e, acima de tudo, paciência. Foi esse combo que colocou a seguradora, em abril deste ano, entre as dez mais rentáveis do país, à frente de diversas grandes companhias do mercado, com base nos dados da SUSEP.

“Acabamos de lançar o nosso Seguro de Painéis Solares Fotovoltaicos e, por enquanto, não falo em projeção de números. O mais importante é que o produto está bem calibrado para atender ao que o consumidor espera. Agora o foco será fechar o ano com excelentes parcerias em todo o Brasil para a distribuição e, se isso der certo, teremos um 2021 incrível em termos de resultados e produção”, exemplifica o executivo. Para ele, tal postura garante a sustentabilidade da empresa.  “Tudo o que fazemos é para trazer lucratividade a todas as partes em médio e longo prazo, e não olhando apenas para crescimento e volume imediatos”, completa.

Outro case citado por Pinho é o do Seguro Bike, que já vive a fase de colher frutos. Lançada no final de 2019, a solução vem surpreendendo positivamente a cada mês. “O produto foi fruto de uma parceria entre três empresas, uma extremamente técnica, outra com a capacidade tecnológica inovadora e a seguradora, com a sua expertise global e capacidade de empreender. Desenvolvemos o que considero uma das melhores ferramentas do mercado. No ano passado ainda haviam ajustes a serem feitos, mas agora vemos a concretização do que foi desenhado”, diz o CEO.

A companhia também lançou recentemente um seguro imobiliário, e está trabalhando ainda em outras duas novidades que requerem tecnologias diferenciadas, com participação de corretores e outros parceiros.

Pinho aproveita para reafirmar o apetite da seguradora por novos projetos. “Estamos abertos a qualquer produto, ideia, que traga diferenciação. Quando isso se encaixa no nosso modelo, vamos fundo. Parte do sucesso é não só essa vontade de buscar, mas também ter dentro de casa um time capaz de entender e empreender, e isso a ESSOR tem. Uma vez aprovada a ideia, nossa maneira de agregar valor é trazendo uma experiência global e securitária, em um ambiente capaz de conectar plataformas em questão de dias. Não conheço outra seguradora que faça isso tão rápido”, garante Pinho.

vtn|comunicação