O microgerenciamento é por muitas vezes imperceptível por quem pratica. O gestor tem a melhor das intenções: quer reduzir as chances de um erro acontecer. Dessa forma, um comportamento rígido e sem autonomia para os funcionários é desencadeado.

Por mais nobre que pareça, essa atitude pode afetar a produtividade da equipe e, na outra ponta, o gestor perder sua visão estratégica e de liderança. Mas não se engane, o microgerenciamento não é um formato de gestão, e sim um comportamento da liderança que prejudica os membros da equipe, dando pouca liberdade e tornando o processo mais “dolorido”.

Leia o artigo completo…
https://www.treasy.com.br/blog/microgerenciamento/