Resultados apontam crescimento de 14% em prêmios emitidos em relação ao mesmo período de 2018; o resultado foi positivo pela primeira vez desde o início das operações no Brasil.

São Paulo, 02 de setembro de 2019 – A AXA no Brasil divulgou hoje seu balanço referente ao período entre janeiro e junho de 2019. A receita auferida foi R$ 571 milhões*, 14% maior do que a do mesmo período de 2018. É o primeiro ciclo de resultados positivos; o lucro líquido foi de R$ 5 milhões.  

Além do resultado, a companhia tem outros motivos para celebrar. O montante de prêmios emitidos superou em 10% a meta de receita prevista para o semestre. Além disso, o projeto de transformação da companhia gerou otimização de custos e despesas administrativas, o que contribuiu significativamente para o aumento de rentabilidade geral da empresa.

“Tivemos um crescimento relevante em prêmios e o primeiro resultado positivo da operação brasileira. Essa combinação é resultado de um excelente trabalho em equipe: aprimoramos nossas iniciativas estratégicas e comerciais, mantivemos a disciplina técnica e os colaboradores estão realmente engajados com o processo de transformação cultural da companhia”, afirma Sébastien Guidoni, CFO da AXA no Brasil. 

 As linhas que mais se destacaram foram as de Property, com avanço significativo no middle market, e de Afinidades, que se beneficiou da maturidade de contratos com parceiros de varejo e de serviços. Esse movimento reflete a ampliação do posicionamento da companhia, que tem se aproximado cada vez mais do varejo. Nesse sentido, os próximos ciclos também devem mostrar também o crescimento no segmento de seguros para PMEs.

“Gostaria de parabenizar a todo o time e agradecer a parceria de corretores e clientes. Temos sido muito disciplinados no cumprimento das metas, com equipes altamente engajadas com o propósito muito claro de colocar o cliente em primeiro lugar. Esperamos novos ciclos de crescimento e aumento da rentabilidade, em linha com o potencial do mercado de seguros brasileiro”, comenta Delphine Maisonneuve, CEO da empresa.

* Estes resultados se referem a contabilização internacional e excluem as operações da AXAXL e as transações intracompania.

S1 hub de comunicação